sexta-feira, 2 de julho de 2010

Sommerville in "Solidão"

(Tela de Paula Rego
Ah…Esta angústia
de ser
somente só o estúpido ruído
das paredes
à prova de som
*
de Sommerville
**********

Arrepiante esse ruído que nos transforma em estátuas...
Virgens por dentro e gastas por fora

2 comentários:

Flavia Assaife disse...

Dolores,

Impressionante como simples palavras possuem uma intensidade tão forte e marcante.

Beijos

Flávia Flor

Távola De Estrelas disse...

Dolores,neste Domingo, dei por mim escorrendo pela parede,como se fora a tela da Paula Rego ainda na fase de secagem...
Demorei a comentar a virgem que o tempo consome por dentro, mas passei por aqui imensas vezes silenciosamente, há momentos em que o silêncio é a melhor fala porque arrepia e não é ruído!
Tem um belo Domingo.
Beijo

Luiz