sexta-feira, 30 de abril de 2010

Metrificando as Rimas e Chocalhando as Anáforas

(Quadro de Salvador Dali)
*
Esforça-se com vontade
Sim com uma vontade enorme
De vomitar das tripas
Um odor forte a naf-talina
*
Versatilidade em virtualíssimos gestos
Fossilizados a metro
No interior da acne a-verme-lhado(a)
Que sugado pelos versos
É alimento certeiro
No seu seio vivo
Metrificando as rimas
E chocalhando as anáforas
Dispostas em fila em cima da sua mesa
*
Mas nada
Nem ninguém lhe presta homenagem
Nada, mesmo nada
Lhe atribui severamente um grau de mestre
Na sabotagem das letras gordas que lhe engordaram
O baixo ventre

3 comentários:

O NOVO POETA disse...

passando e lendo seus belos escritos querida amiga, um ótimo final de semana.

Flavia Assaife disse...

Dolores,

A cada leitura uma nova forma de ver e sentir a poesia!

Beijos

Flávia

A.S. disse...

Excelente!

Dali, tal como o poema era um experimentalista das formas!