sexta-feira, 1 de maio de 2009

Não Sou Eu Que Escrevo (De Vony Ferreira)

Hoje não sou eu que escrevo
É a minha crença trucidada
A resvalar nas curvas dos sonhos
Numa discrepância sem fronteiras.
É a menina que se perdeu
Que se deita no chão a olhar o céu
A ver as nuvens a sorrir ao longe…

Vony Ferreira

1 comentário:

VÓNY FERREIRA disse...

Do agora...
me perco tanta vez
como se dos medos
fugisse em voos altivos
Do agora...
me reencontro no que sou
como se inventasse um céu
desabitado!
Vóny Ferreira


Obrigada Dolores!
Bjs