quarta-feira, 27 de maio de 2009

Fertilidade

Foto de minha autoria, tirada em sintra

É o meu caminho
E o teu
Mas eu sou mais em mim
Quando deixo cair a noite
Nos meus sonhos
E me debruço nas horas
Que ficam sem bater
A última badalada

Um solo fértil à espera
Que as sementes germinem
Com o calor de um abraço
E a luminosidade
De uma lágrima corrente

5 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Linda Dolores, um belo poema, reflete meu espírito hoje...
beijos

Angela Ladeiro disse...

A foto é fenomenal e ilustra bem o teu lindo poema, Dolores. BJS

Luis F disse...

Uma fertilidade de sentimentos que perfumam a alma de quem te lê.

Estás de parabéns minha querida amiga

Bjs
Luis

MENSAGENS AO VENTO disse...

_________________________________


...que bonito!


Uma bela imagem que faz jus ao seu poema, Dolores!


Beijos de luz e o meu carinho...


Zélia (Mundo Azul)

________________________________

Valdemir Reis disse...

Olá Dolores estou visitando e registro minha satisfação em passar aqui. Tudo isto nos fortalece e aproxima. Parabenizo vc pelo excelente trabalho, muito interessante, excelente publicação, lindo poema, encantador, gostei. Honrado por sua amizade, meu reconhecimento e votos de muito sucesso e brilho. Nos encontraremos sempre por aqui. Aguardo sua visita.
Quero compartilhar com você o poema abaixo do poeta Vinícius de Moraes:
“Certas palavras podem dizer muitas coisas;
Certos olhares podem valer mais do que mil palavras;
Certos momentos nos fazem esquecer que existe um mundo lá fora;
Certos gestos, parecem sinais guiando-nos pelo caminho;
Certos toques parecem estremecer todo nosso coração;
Certos detalhes nos dão certeza de que existem pessoas especiais,
Assim como você que deixarão belas lembranças para todo o sempre. Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.”
Desejo um fim de semana repleto de alegrias extensivo aos familiares. Forte abraço, paz, luz, saúde, prosperidade e muitas bênçãos. Fique com Deus. Felicidades.
Valdemir Reis