segunda-feira, 16 de março de 2009

Um Cheiro a Terra Na Suavidade do Alecrim do Monte

Renovo-me sempre
Quando me perco
Nos caminhos da incerteza

A morte que cai por terra
Desfaz-se em pedaços
E a luz que anda a monte
Traz paisagens
De um mundo triste

E a solidão chora!

Chora pela terra agreste
Que a viu nascer
Antes do tempo

Eu quero um sorriso nu
Onde a desgraça se perde
Em avenidas estreitas
Quero a livre vontade dos povos
Saciada em ti

E a voz canta !

Canta nos rios
Que ficaram perdidos
Na terra de ninguém

O sonho é colorido!
Na face rosada
Há um rosto magro
E plantado na tez
A suavidade do alecrim do monte

E a boca sorri !

Em lábios fartos
Deitam-se os dias calmos
E cobrem-se da cor da paz

Busco-a inteira
Na esperança de cair
Por sobre a terra
Uma flor do monte
Que se abre a nós

E a nudez é plena!

Tem no olhar a plenitude
Volúpia escondida
Sobre o mar

Quero penetrar-lhe
Sem saber quem sou
Límpida da cor das águas
Plantarei nas ondas
Cascatas guardadas nos meus olhos

E o corpo é um ritual!

Dança sempre
Na esperança de ter
Um mundo a sorrir

E ele sorri sem parar
Busca-me um corpo nu
Um cheiro a terra
E um rio que se esquece
De dançar no mar

6 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

...e um rio que se esquece de dançar no mar, um rio que se esqueceu, então, que seu destino é o mar, para sonhar poemas como o que escreveste aqui.
beijo e boa semana

ellen disse...

Sempre sempre um encanto estas poesisas!!!

e tem uma prenda para si no meu Blog. Passa por lá e traga para a sua casa :)

Um beijinho

Maria Clarinda disse...

(...)Eu quero um sorriso nuOnde a desgraça se perdeEm avenidas estreitasQuero a livre vontade dos povosSaciada em ti
E a voz canta !
Canta nos riosQue ficaram perdidosNa terra de ninguém


Lindo!!!!

Luis F disse...

Ola amiga

Mais um excelente poema... daqui saúdo e aplaudo o mesmo. Gostei muito de ler.

Dia 4 então lá nos encontraremos finalmente no Porto :)

Bj
Luis

jorge vicente disse...

e eu sempre danço e lembro-me sempre.

que belo momento aquele de sábado!!!!

um grande abraço para si e bom fim-de-semana

jorge

O mar me encanta completamente... disse...

Oi Dolores, minha querida!
Sabe qual é a melhor coisa da internet?
É que aqui, as pessoas podem conhecer sua alma,
antes de conhecer seu rosto.
Nós dividimos pensamentos, sonhos, planos.
Não nos julgamos,nem condenamos, apenas buscamos
e oferecemos mãos p ajudar.
Trocamos afeto e abraços não é?
É isso o que vim fazer.
Te abraçar e parabeniza-lo pelo dia do Blogueiro.
Sou feliz por ter te encontrado.
Beijos..