segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Passagem Secreta

Pensamento suspenso...
E a construção poética é calmaria e desejo
Obra de arte em pintura abstracta
Um céu que se abre a sonhos idílicos
Dono de um mundo edificado na paz

Agracia-se com o belo por saber quem é!
Passeia-se perto dos corredores do ego
Seduz a dor e mendiga pelo que não é!

Passagem secreta num jardim inventado
Rosas que se alimentam nos limites do tempo
Regadas de algum sentimento
Tb publicado.

3 comentários:

Anónimo disse...

Beijo num azul pardacento.

Agracia-se com o belo por saber quem é!
Passeia-se perto dos corredores do ego
Seduz a dor e mendiga pelo que não é!
Bela imagem!
Obrigada por me julgares capaz de coisas que eu propria desconheço ser.

O blog não é meu! E seria incapaz de tal acto! Obrigada por pensares em mim.

haere mai wahine kia ora hoa

beijo azul

Jorge Cardoso disse...

haverá espaço onde o silêncio consiga entrar?

há sim numa passagem secreta onde apenas ecoam as palavras que se detêem em ***Um céu que se abre a sonhos idílicos.

Beijo...

blue violin disse...

Agracia-se com o belo por saber quem é!
Passeia-se perto dos corredores do ego
Seduz a dor e mendiga pelo que não é!

Porque este verso é o meu Eu... como serei no futuro não sei!
Haverá futuro em mim?

blue violin